O crescimento dos evangélicos e a necessidade da Educação Religiosa

Os evangélicos ganharam maior representatividade na população brasileira, conforme comprovam os estudos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), uma vez que tem crescido o número de membros nas igrejas. Por conta desse crescimento faz-se necessário investir na educação dos novos crentes através da Educação Religiosa Bíblica para que possam viver com parâmetros cristãos de conduta.

Vejamos uma definição de Educação Religiosa:

A Educação Religiosa é o ministério docente da igreja, sob a égide do Espírito Santo, compreendendo o relacionamento de Mestre e discípulo, entre Jesus Cristo e o crente. A palavra de Deus é o conteúdo essencial e fundamental nesse processo e no programa de aprendizagem cristã. (DECLARAÇÃO DOUTRINÁRIA DA CONVENÇÃO BATISTA BRASILEIRA)

O crescimento dos evangélicos brasileiros

O segmento evangélico subiu sua influência de 2,6%, no Censo Demográfico de 1940, para 15,4%, no ano de 2000. O Rio de Janeiro e Rondônia tornaram-se os estados menos católicos do Brasil. O aumento dos evangélicos ocorreu em todas as regiões do país no período, com destaque para as regiões Centro-Oeste, Norte e Sudeste.

As regiões Sul e Nordeste apresentaram menor crescimento. Entretanto, os procedimentos éticos e morais dos que se dizem evangélicos no Brasil, muitas vezes, estão maculados, conforme constantemente divulgam os meios de comunicação escritos e televisivos. Existem evangélicos que dão péssimos testemunhos.

Em diversas partes do Brasil, por mais de três décadas como Oficial do Exército Brasileiro percebi que falta conteúdo bíblico nos recrutas evangélicos em Serviço Militar. À semelhança do tempo do profeta Isaías, “mas Israel não tem conhecimento, o meu povo não entende” (Is 1. 3).

A necessidade da Educação Religiosa na igreja.

A Igreja possui a missão principal de ir, fazer discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a observar todas as coisas que Jesus mandou (Mt 28.19,20). Em muitos casos as pessoas passam a freqüentar as igrejas, mas não recebem um ensino adequado da Palavra de Deus. Falta, portanto, a Educação Religiosa nessas comunidades cristãs.

O estudo das tendências atuais do pensamento educacional é importante para a melhoria da Educação Religiosa. A Palavra de Deus, no entanto, deve ser o conteúdo essencial e fundamental nesse processo e no programa de aprendizagem cristã. Algumas novas metodologias para o crescimento da igreja estão ensinando que se deve acabar, por exemplo, com a Escola Bíblica Dominical (EBD), que tem sido substituída por cursos de discipulados e Escola Bíblica Avançada – voltada para conhecimentos históricos, culturais, políticos e outros. Ou seja, a EBD seria apenas um “canal de discipulado”. Entendo que esses assuntos de discipulado e diversos poderiam ser ensinados em classes alternativas e temporárias da EBD para os que participam dela. Mas nunca em substituição ao ensino da Bíblia na Escola.

A EBD funciona normalmente pela manhã, com o estudo da Bíblia de forma contínua, num currículo que analisa toda a Palavra de Deus, normalmente, em sete anos. Isso recorda a Bíblia quando ensina que: “Também Moisés lhes deu ordem, dizendo: Ao fim de cada sete anos, no tempo determinado do ano da remissão, na festa dos tabernáculos, quando todo o Israel vier a comparecer perante ao Senhor teu Deus, no lugar que ele escolher, lereis esta lei diante de todo o Israel, para todos ouvirem” (Dt 31. 10,11).

As sociedades missionárias e as uniões de treinamento também são importantes para a Educação Religiosa nas igrejas. Isso ocorre porque o trabalho em grupo é uma importante técnica de ensino. Essas uniões possibilitam o emprego desse processo de ensinoaprendizagem na Educação Cristã, pois dividem a igreja local por faixa etária (crianças, juniores, adolescentes, jovens e adultos). Funcionam geralmente antes do culto da noite, e realizam-se estudos temáticos para o crescimento cristão no evangelismo, no louvor e em outras áreas.

A comunhão entre os irmãos é outra relevante contribuição prestada pelas sociedades missionárias e pelas uniões. Como todo ser humano é um ser social, a nossa alma é alimentada pela saudável convivência cristã. Isso incentiva a fé em Deus (Sl 133 e Ef 4.1-16). As principais doutrinas bíblicas são estudadas e praticadas de forma temática nesse modelo de Educação Religiosa. Isso ocorre com ensinamentos importantes do Novo Testamento para a igreja, a saber: “a autonomia da igreja local”, “o governo congregacional” e “o sacerdócio universal dos crentes”.

A Educação Religiosa também possibilita o treinamento de novos líderes para a obra de Deus. Muitos dos pregadores e palestrantes de renome do meio evangélico brasileiro iniciaram e foram treinados nesse modelo educacional cristão. Assim, a Educação Religiosa é a que ocorre no processo de ensino-aprendizagem das próprias igrejas, com o emprego dos seus templos para a educação das comunidades locais (REGA, 2004).

A necessidade da Educação Religiosa na família

A sociedade brasileira possui alguns novos modelos de organização familiar que não favorecem a transmissão dos ensinamentos éticos e morais para a formação dos filhos. Isso exige uma nova forma de relacionamento da Iireja com a comunidade.Novas demandas, exigências e contradições entre valores foram se impondo para a Educação Religiosa nos últimos anos.

Por isso a família possui uma grande responsabilidade no ensino da Bíblia. O preceito divino afirma: “E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; e as ensinarás a teus filhos, e delas falarás sentado em tua casa e andando pelo caminho, ao deitar-te e ao levantar-te” (Dt 6. 6,7). As famílias evangélicas devem ser incentivadas para a realização dos cultos domésticos. Os pais devem colocar à disposição dos seus filhos revistas, CDs, DVDs e vídeos bíblicos.

Existe um farto material escrito e musical para os evangélicos do Brasil. Todas as oportunidades devem ser aproveitadas para o aprendizado dos ensinos bíblicos. O livro de Salmos ensina que o servo de Deus bem-aventurado “antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite” (Sl 1. 1,2).

Considerações Finais

Um dos objetivos da igreja e da família deve ser a construção de uma Educação Religiosa que expresse uma forma teórica ampla, a fim de reunir as várias tendências atuais do pensamento educacional, dentro de um conteúdo com fundamento no processo ensino-aprendizagem da Bíblia.

Os mestres e pais evangélicos precisam complementar o sistema educacional eclesiástico que ainda emprega métodos particulares de transmissão, baseados em fazer, repetir, recitar, aprender e ensinar o que já está pronto. Além disso, devem acrescentar o vivenciar da Palavra de Deus, por intermédio do fazer, agir, operar, criar, construir a partir da realidade vivida por alunos, professores, família e igreja no cotidiano da comunidade.

O Novo Testamento indica que a Bíblia deve ser ensinada e segundo orientação do apóstolo Paulo: “Depois que for lida esta carta entre vós, fazei que o seja também na igreja dos laodicenses; e a de Laodicéia lede-a vós também” (Cl 4.16).

A Primeira Igreja Batista do Rio de Janeiro (PIBRJ) possui um estruturado Ministério de Educação Cristã (MEC). Nos seus cento e vinte e quatro anos de existência é uma Educação Religiosa que serve de referência para os evangélicos.

Referências bibliográficas

CONVENÇÃO BATISTA BRASILEIRA. Declaração doutrinária. Disponível em < http:// http://www.batistas.org.br/ > Acesso em: 22/02/2008.

MORIN, Edgard. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Editora Cortez, 2006.

MOLOCHENCO, Madalena de Oliveira. Curso vida nova de teologia básica: Educação Cristã. Vol. 8. São Paulo: Vida Nova, 2007.

NOGUEIRA, Maria Alice; ROMANELLI, GERALDO; ZAGO, Nadir (Orgs.). Família e escola:trajetórias de escolarização em camadas médias e populares. Petrópolis: Vozes,2000.

PRIMEIRA IGREJA BATISTA DO RIO DE JANEIRO(PIBRJ). Atividades. Ministério de Educação Cristã (MEC). Disponível em <http://www.pibrj.org.br&gt; Acesso em: 21/02/2008.

REGA, Lourenço Stelio. Educação Religiosa: uma reflexão para os dias atuais. Palestra realizada no 1ª Conferência sobre Educação Cristã da Convenção Batista Mineira (2 e 3 de abril de 2004).

SPITZ, Clarice. Católicos perdem espaço e evangélicos crescem entre 1940 e 2000, diz IBGE. Artigo Publicado na Folha de São Paulo On Line, em 25/05/2007. Disponível em <http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u135789.shtml > Acesso em: 21/02/2008.

Djalma Alves Cabral Filho, RJ

*Coronel do Exército, Graduado pela Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN),Especialista em Educação (UFRJ), Mestrando em Ministérios (S. T. Betel-RJ) e Doutor em Ciências Militares (ECEME).Membro da PIBRJ. logcabral@hotmail.com

FONTE: Site da UFMBB

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: