ERROS passados movem moinhos? Que remorso…

…a volta ao passado envolve o potencial de, num certo lugar e instante, reparar uma determinada AÇÃO que consideramos desastrosa…Sempre gostei de histórias de ficção científica, e já li centenas de livros do gênero, principalmente nos anos da minha juventude, quando tinha algum tempo livre. Um dos meus autores preferidos era Isaac Asimov, que publicou clássicos como “I, Robot” (Eu, Robô),1950.

Os anos passaram… E várias idéias que antes eram mera fantasia, hoje são parte da nossa realidade. Mas há algo que nunca se concretizou: a criação de uma MÁQUINA do TEMPO.

Além do “sonho” de visitar um futuro distante, ou regressar milhões de anos na época dos dinossauros, a volta ao passado envolve o potencial de, num certo lugar e instante, reparar uma determinada AÇÃO que consideramos desastrosa.

Ora, falhas passadas lançam sobre nós dois desafios angustiantes: o primeiro, a consciência de que poderíamos ter feito melhor, ou evitado a “mancada” pela qual nos culpamos repetidas vezes. O segundo incômodo é a consequência prática, resultado da perda.

Infelizmente, a tal máquina do tempo não está a nossa disposição. Então parece impossível corrigir o erro profissional, o investimento equivocado, a palavra dita na hora errada, ou a escolha que não deu em nada…

Nesses casos, precisamos mudar nosso enfoque, entender que a vida é ÚNICA e que ninguém pode evitar todas as coincidências e caminhos cruzados que surgem diante de nós.

Lamentar erros passados, e ficar presos a eles, irá tão-somente fragilizar nosso hoje e diminuir o POTENCIAL FUTURO.

Porém, muitas falhas passadas produzem efeitos PASSÍVEIS de REPARO, e podem ser transformadas em algo BOM, se nos dispusermos a trabalhar sobre elas no agora.

Isso é uma notícia boa. Então vamos ver o seguinte:

– Temos que aprender com nossas falhas para mostrar inteligência, e aprender com os erros alheios para mostrar sabedoria, motivo pelo qual o salmista Davi afirma:

Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios. (Salmos 90: 12).

– Se para nós os erros e descuidos passados parecem algo impossível de mudança – e irão comprometer nossa vida como um todo – Deus, que tudo pode, afirma que devemos esquecê-los, pois Ele tem algo melhor e completamente novo a nos oferecer daqui para a frente:

Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas.
Eis que faço uma coisa nova; agora está saindo à luz; porventura não a percebeis? Eis que porei um caminho no deserto, e rios no ermo.
(Isaias 43:18-19).

Vamos recomeçar do “hoje”, deixar o que passou – pois não é mais real, são somente lembranças – e construir, com o apoio de Deus, algo novo e melhor, afinal somos mais sábios pelo que já vivemos.

Texto de autoria de Pastor Elcio Lourenço.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: